Uva e Vinho

Serafina Corrêa

Serafina Corrêa

A colonização da antiga 'Linha Onze' ou ' Rosário de Guaporé' iniciou-se por volta de 1892 com a chegada dos primeiros imigrantes italianos, oriundos do norte da Itália.

Os pioneiros, traziam em si um grande ideal e o desejo de fazer da nova terra a sua nova Pátria.

A então 'Linha Onze' foi fundada por seus primeiros moradores: José Franciosi, Orestes Assoni, Antonio Marin e João Variani, seguidos após por Achyles Cervieri, Anibal Fornari e Adolfo Pan.

1905- É elevada a Capela Curada, com o primeiro Pároco, Pe. Stefano Noce.

1908- D. Fifina Corrêa, como era conhecida até 1910, segundo relatórios oficiais.

1911- Ato nº40, elevada a Distrito.

1921- De Curato a Paróquia sob o orago de N. Sra. do Rosário de Guaporé.

1924- Serafina Corrêa é novamente rebaixada a povoado para, no ano imediato em 1925, novo Ato Municipal estabelecer novamente a sua condição de Distrito.

Finalmente, em 07 de agosto de 1930, com a intervenção do Estado, foi fixada como Distrito, condição em que permaneceu até 22 de Julho de 1960, quando pela Lei nº 3.932, foi elevada a categoria de Município, desmembrando-se de Guaporé.

O nome Serafina Corrêa é uma homenagem a esposa do 1º Intendente de Guaporé, Município - Mãe, Sr. Vespasiano Corrêa.

Atualmente...

Serafina Corrêa está situada entre vales e montanhas, na Encosta Superior do Nordeste do Rio Grande do Sul. Possui uma área total de 160 Km², com uma população aproximadamente de 15 mil habitantes.

A agropecuária e as indústrias são a base da economia que sustenta o desenvolvimento social, colocando o município em destaque entre os 496 municípios gaúchos.

ATIVIDADES ECONÔMICAS

A vida econômica do município consiste em três atividades básicas: agricultura, pecuária e indústria.

A atividade agrícola destaca-se pelas culturas do milho, da soja, do trigo, do arroz sequeiro e da cevada.

No setor agropecuário, o município pode ser considerado Pólo Regional na industrialização de frangos de corte e, em menor escala, derivados de frutas e verduras (Perdigão Agroindustrial AS, Zandei Alimentos).

As indústrias têm participação representativa nas divisas econômicas do município e localizam-se, principalmente, em áreas centrais.

A produção leiteira é adquirida através da Cooperlate - Cooperativa dos Produtores de Leite Serafina Ltda, empresa local, que resfria o leite e repassa para outras indústrias no estado que a industrializam.

No setor de manufatura de papéis, a Credeal SA destaca-se a nível nacional e internacional.

Também a indústria metalúrgica assume posição de destaque na região.

Galeria de Fotos

  • Interior do município de Serafina Corrêa (Foto: Michel Alban)
  • Interior do município de Serafina Corrêa (Foto: Michel Alban)
  • Santuário Nossa Senhora do Rosário - Serafina Corrêa (Foto: Michel Alban)
  • Cristo Redentor - Serafina Corrêa (Foto: Michel Alban)
  • Pórtico de Entrada de Serafina Corrêa (Foto: Michel Alban)
  • Interior de Serafina Corrêa - Capela Santa Ana (Foto: Michel Alban)
  • Araucárias e paisagem dourada no Cinquentenário de Serafina Corrêa (Foto: Michel Alban)
  • La Nave Degli Immigranti em Serafina Corrêa (Foto: Nelcídio Alban)
  • As Soberanas do Cinquentenário de Serafina Corrêa (Foto: Studio Itália)
  • Praça da Emancipação - Serafina Corrêa (Foto: Nelcídio Alban)
  • As flores embelezam ainda mais o município de Serafina Corrêa (Foto: Adriana Sabadin)
  • Avenida Miguel Soccol - Serafina Corrêa (Foto: Adriana Sabadin)
  • Mausoléu onde encontram-se os restos mortais de Serafina Corrêa (Foto: Adriana Sabadin)
  • Centro Administrativo e La Nave Degli Immigranti (Foto: Arquivo da Prefeitura)
  • Serafina Corrêa no ano de 2009 (Foto: Arquivo da Prefeitura)
  • Camping Carreiro em Serafina Corrêa (Foto: Arquivo da Prefeitura)
Voltar