Uva e Vinho

Microrregião Compras e Cultura

Diferenciadas por serem roteiros de compras, as cidades de Guaporé e Serafina Corrêa compõem a Microrregião Compras e Cultura.

 

Guaporé:

Com origem guarani, Guaporé significa provavelmente “vale deserto” ou talvez “rio encachoeirado”.

Diversificando o acesso a Guaporé, no ano de 1978, foi concluída a tão sonhada Ferrovia do Trigo, cujas obras se estenderam por décadas. Motivo de orgulho para os guaporenses por sua magnitude de engenharia, a Ferrovia era uma atração turística, pois o trem passava por montanhas e vales, além de 26 pontes e viadutos e 34 túneis. 
Nesse trecho, está o Número 13, também conhecido como Viaduto do Exército. Com 509 metros de comprimento e 143 metros de altura, sendo considerado o maior viaduto ferroviário da América Latina, e um dos mais altos do mundo.

Ainda decorrente do espírito empreendedor e criativo do empresariado guaporense, surgiu nos anos 90, o emergente mercado de moda íntima, gerando emprego e renda.

Graças à valorização e a herança deixada pela cultura da imigração fortalecida pelo espírito criativo de sua comunidade, o Município de Guaporé se destaca no turismo de compras. Os produtos que oferece, essencialmente joias e lingerie, são a prova de um olhar inovador sobre o mundo, pois agregam beleza, qualidade e sofisticação.

Durante o ano, o município conta com eventos direcionados ao turismo de compras, tanto para o consumidor final, como para lojistas e atacadistas que trazem ao município em torno de 50 mil visitantes.

 

Serafina Corrêa:

Serafina Corrêa está situada entre vales e montanhas, na Encosta  Superior do Nordeste do Rio Grande do Sul. Possui uma área total de  160 Km², com uma população aproximadamente de 15 mil habitantes.

A agropecuária e as indústrias são a base da economia que sustenta o desenvolvimento social.

De Linha 11 à Serafina Corrêa...

Entre as 22 linhas da colônia de Guaporé, encontrava-se a linha 11, que anos mais tarde se tornou o município de Serafina Corrêa.

Atualmente, a vida econômica do município consiste em três atividades básicas: agricultura, pecuária e indústria.

A atividade agrícola destaca-se pelas culturas do milho, da soja, do trigo, do arroz sequeiro e da cevada.

No setor agropecuário, o município pode ser considerado Pólo Regional na industrialização de frangos de corte e, em menor escala, derivados de frutas e verduras.

As indústrias têm participação representativa nas divisas econômicas do município e localizam-se, principalmente, em áreas centrais.

A produção leiteira é adquirida através da Cooperlate - Cooperativa dos Produtores de Leite Serafina Ltda, empresa local, que resfria o leite e repassa para outras indústrias no estado que a industrializam.

No setor de manufatura de papéis, a Credeal SA destaca-se a nível nacional e internacional.

Também a indústria metalúrgica assume posição de destaque na região.

 

O turismo na Microrregião: 

 

Turismo religioso:

Serafina Correa: Via Gênova (edificações italianas que reproduzem um cenário europeu) / Museu / Casarão Orestes Assoni / Casarão e Moinho Pulga.

 

TUrismo cultural e gastronômico

Serafina Correa: Cristo Redentor / Gruta N. Sra. de Lourdes e Capelas do interior.

 

Turismo ecológico e de aventura

Guaporé: Autódromo Internacional Dr. Nelson Luiz Barros.

Serafina Correa: turismo náutico e esportivo / Camping Carreiro / Cascata da Caverna.

 

Fonte: http://www.guapore.rs.gov.br/ e http://www.serafinacorrea.rs.gov.br/ 

Galeria de Fotos

  • Cristo Redentor de Guaporé - Setur
  • Cartódromo de Guaporé - Foto: Prefeitura Municipal
  • La Nave Degli Imigranti - Prefeitura Serafina Corrêa
Voltar